quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Falésias de Beberibe atraem turistas e dinheiro para o Ceará

Em Morro Branco, praia que fica há 80 quilômetros de Fortaleza, as belezas naturais geram lucros para os donos de barracas da região. A praia ficou famosa por este monumento natural, conhecido como falésias de Beberibe.

As falésias são formações geográficas que aparecem com o encontro abrupto das águas do mar com a terra. As ondas desgastam a costa e formam escarpas altas e verticais. A erosão constante ao longo de anos e anos formou um longo labirinto de sete quilômetros.

Turistas do mundo inteiro vêm conhecer o lugar. Mas, até pouco tempo atrás, eles só fotografavam e partiam sem aproveitar a praia – tudo porque não havia infraestrutura.

A mudança chegou com o apoio do Sebrae e do trabalho em conjunto de todos. Agora, foram criados ambientes amplos e confortáveis nas barracas de praia. A gastronomia ficou refinada, e são oferecidos vários serviços, como a massagem.

“Hoje o nosso grupo é bem unido. (...) Nosso pensamento é que a união faz a força, e tudo o que a gente vai fazer a gente define todos juntos”, conta o empresário Lusiário Batalha.

Batalha Associação Amigos de Morro Branco. A entidade reúne cinco restaurantes da praia, que participam de um projeto do Sebrae cearense.

“O programa excelência na qualidade visa capacitar o empresário e seus colaboradores, para que eles possam atuar, cada vez mais com qualidade, e possam satisfazer cada vez melhor a sua clientela”, explica Carlos Paulino, do Sebrae de Fortaleza.

O primeiro investimento foi no visual: as cinco barracas têm piso de madeira, telhado de palha, móveis idênticos e cozinha moderna.

O Sebrae trouxe cursos de manipulação de alimentos e qualidade no atendimento, e também negociou um acordo entre os empresários e as operadoras de turismo. Agora os ônibus chegam sempre lotados: são 450 clientes por dia. Eles são distribuídos entre as cinco barracas, que oferecem o mesmo cardápio e o mesmo preço.

“Os turistas que chegam aqui são divididos igualmente, para que a renda seja melhor distribuída”, explica Batalha.

Com as mudanças, as barracas ganharam em 2011 o selo de qualidade em serviços. Agora, os empresários participam de feiras em todo o país para divulgar a praia do Morro Branco.

Hoje, a comida servida no local é referência no litoral nordestino. Com o cardápio padronizado, qualquer mudança precisa ser discutida por todos empresários.

Os demais empresários ouvem com atenção as idéias de lusiário batalha. Apesar de ser o líder do grupo, está no ramo há somente dois anos. Ele começou sem nenhum dinheiro e hoje emprega 13 pessoas.

“Eu procurei o Sebrae e eles me mandaram consultores, comprei o equipamento, o pessoal veio aqui fazer o projeto todinho da barraca, também todos os projetos eles fizeram para mim. E o Sebrae praticamente me mudou a vida”, conta.

O trabalho em grupo também gerou empregos indiretos: Os turistas fazem passeios de bugue pelas falésias. Hoje, já são 90 veículos circulando pela praia. E dezenas de artesãos aproveitam o bom momento. A expressão artística mais famosa da região é o desenho feito com areia natural.

“Agora nós temos aqui um turismo permanente, podemos dizer, todo dia tem movimento, o dia todo”, diz o artesão Davi Alves de Miranda.

O projeto excelência na qualidade, no Ceará, abrange outras 17 cidades e beneficia 190 bares, restaurantes, pousadas e hotéis. O Sebrae também vai fazer uma pesquisa para medir a satisfação dos turistas que chegam ao estado. É mais uma etapa na organização para a Copa do Mundo de 2014.

“São informações, são orientações, que é também de uma identificação de necessidade de mercado, de exigência de mercado, e o que está sendo orientado, está sendo aplicado, portanto a nossa expectativa é realmente que essa avaliação seja extremamente positiva”, diz Paulino, do Sebrae.

Fonte: G1/CE

Nenhum comentário:

Postar um comentário