sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Show de Raimundo Fagner anima a inauguração da margem direita do rio Acaraú - Sobral | CE


A prefeitura municipal de Sobral entregará, no próximo dia 26, as obras de urbanização da margem direita do rio Acaraú, constantes da construção do Largo da Igreja de São Pedro, pavimentação e passeios no entorno da Igreja, iluminação estilizada nas áreas urbanizadas, além da internalização das fiações aéreas da rua Dom Expedito, dão um novo aspecto à comunidade e equiparam o local com a margem esquerda, já urbanizada, a partir de modernos projetos arquitetônicos e de paisagismo. As obras também garantem uma completa estrutura de serviços, tais como drenagem e esgotamento sanitário, implantação de ciclovias, calçadões, arborização, espaços de lazer, ancoradouro para canoas e barcos e via paisagística para veículos  na extensão da margem, nos percursos entre a ponte Othon de Alencar e a Rua Itália com o Dom Expedito, sendo complementado com vias de passeio e áreas paisagísticas. As obras, que beneficiam uma extensão de 800 metros, visam atender toda a população do município, priorizando os moradores da margem do rio Acaraú. A festa será animada pelo cantor cearense Raimundo Fagner.



Fagner

Raimundo Fagner Cândido Lopes (Orós, Brasil 13 de outubro de 1949) é um cantor, compositor, instrumentista, ator e produtor brasileiro. Mais jovem dos cinco filhos de José Fares, imigrante libanês, e Dona Francisca, Fagner nasceu na capital cearense, embora tenha sido registrado no município de Orós.

Em meados da década de 1970 fez um sucesso estrondoso. Sua forma peculiar de cantar o destacava dentro do cenário musical e emplacou, nas paradas de sucesso, várias canções. O primeiro LP, Manera Fru Fru, Manera, veio em 1973 pela gravadora Philips, incluindo “Canteiros”, um de seus maiores sucessos.

Nas décadas de 1980 e 1990, seus discos se dividem entre o romântico e o nordestino, incluindo canções em trilhas de novelas e tornando Fagner um cantor conhecido em todo o país, intérprete e compositor de enormes sucessos, como “Ave Noturna” (com Cacá Diegues), “Astro Vagabundo” (com Fausto Nilo), “Última Mentira” (com Capinam), “Asa Partida” (com Abel Silva), “Corda de Aço” (com Clodô), “Cavalo Ferro” (com Ricardo Bezerra), “Fracassos”, “Noturno”, “Revelação” (Clodô/Clésio) “Pensamento”, “Guerreiro Menino” (Gonzaguinha), “Deslizes” (Sullivan/Massadas) e “Borbulhas de Amor” (Juan Luis Guerra).

Fontes: Boletim Municipal de Sobral / Wikipédia

Nenhum comentário:

Postar um comentário