domingo, 25 de dezembro de 2011

Casa com decoração natalina vira ponto turístico em Sobral - CE



A decoração de Natal da casa da família do empresário Valderi Arcanjo há 25 anos virou ponto turístico no município no município de Sobral, Norte do Ceará. Desde 2010, em novembro, a residência ganha símbolos natalinos sugeridos por familiares e amigos e recebe visitas do público local e de turistas. “Sempre batiam na porta pedindo para ver a decoração. Então, decidimos partilhar o que antes ficava só para nós e o mais gratificante tem sido ver a emoção das pessoas de todas as idades”, afirma.

“Sou de uma família muito tradicional. Meu pai e minha mãe sempre cultivavam essas tradições colocando fitas coloridas na sala e deixando o presente embaixo da rede”, lembra. Décadas depois, a simples decoração virou coisa de filme. São renas brilhosas em cima do telhado, casa do papai noel montada para ser vista por quem passa na rua, carro conversível enfeitado com luzes, mesa decorada para a de ceia, além de presépios, brinquedos que se mexem e música ambiente.

Arcanjo tem a ajuda dos filhos e de amigos eletricistas, todos fazendo um trabalho voluntário. A mulher dele, Edite Arcanjo, foi uma das primeiras a abraçar a ideia e ainda teve a preocupação de inovar na decoração a cada Natal. Neste ano, por exemplo, ela priorizou a mensagem religiosa. “O presépio fica bem na entrada para mostrar que o Natal não é só o papai noel e que o mais importante é a história do nascimento do menino Jesus”, explica. Para ela, o retorno é obtido cada vez que os visitantes vêm agradecê-la pelo momento proporcionado. “Já presenciei três pessoas emocionadas que choraram”, afirma.

Participação de toda a família

A montagem dura cerca de um mês e todos os três filhos e a filha de Arcanjo e Edite participam. “Em novembro, a mãe já começa a recuperar a decoração do ano anterior. Mas todo dia podemos colocar algo novo na decoração. Cada visita pode ser uma surpresa”, explica o filho Valderi Arcanjo Jr. Além de encantar todas as idades, o processo de montagem também é acompanhado pelo mais velho e até pelo mais novo da família. “Meu neto de quatro anos sempre fica olhando se os bombons que colocamos na mesa do papai noel acabou e vem me pedir para colocar mais”, conta a avó Edite.

Na noite em que o G1 visitou a casa da família Arcanjo, Maria do Livramento, que mora nas proximidades do famoso local, foi uma das primeiras a chegar com o filho de um ano e seis meses para visitação. Ela ainda esperou um pouco do lado de fora, mas depois que entrou, teve de correr atrás do pequeno Renan visivelmente encantado com tudo o que via. “Achei lindo e é uma gentileza deles abrirem para visitas. Se eu pudesse, faria o mesmo em casa”, afirma Maria.

A noite de Natal é o único momento em que as portas da casa são fechadas apenas para a família de Arcanjo aproveitar. Depois, o material é recolhido e embalado para ser reaproveitado no ano seguinte. Os filhos, orientados para continuar a tradição enquanto forem vivos, já pensam no que vão preparar para 2012. “Continuaremos a abrir para visitação. Sempre dormimos depois quando estamos e vemos pessoas nesse ambiente de paz e amor”, afirma Arcanjo.


Fonte: G1/CE

Nenhum comentário:

Postar um comentário